Carros claros emitem menos gases do efeito estufa

Sabe aquela lei da física que diz que um corpo escuro absorve a radiação que recebe e o branco a reflete? Pois um estudo do Laboratório Nacional da Universidade Lawrence Berkeley*, na Califórnia, constatou que essa lei pode resultar na economia de consumo de combustível pelos automóveis e, consequentemente, em menor emissão de gases do efeito estufa.

A superfície de carros pretos ou de outras cores escuras reflete apenas 5% do calor que recebe, enquanto a dos mais claros reflete 60%. Portanto, queimam mais combustível e emitem mais por conta do uso de ar-condicionado. Comparando um automóvel escuro com outro claro, ambos parados por uma hora em um pátio ensolarado, o estudo detectou diferença de 5ºC a 6ºC em seus interiores.

Assim, a demanda de energia do ar-condicionado para resfriar cada veículo a 25ºC, em horário de sol intenso, também é diferente. Os carros brancos ou prateados exigem 13% menos resfriamento do que os pretos.

No final das contas, as tintas claras permitem economia de 1% a 2% de combustível, de 1,1% de emissão de dióxido de carbono e de porcentagens menores de poluição de óxidos de nitrogênio, monóxido de carbono e hidrocarbonetos. Parece pouco? Mas imagine isso multiplicado em uma grande cidade, como São Paulo, onde a frota de veículos chega a sete milhões!

Você escolheria a cor de um carro pelo seu benefício ambiental?

*Laboratório Nacional de Lawrence Berkeley

 

Fonte: Superinteressante

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s